Criação de sites Goiania
Falar conosco! site do whatsapp

Saiba as tendências para o futuro do trabalho 

Com o avanço das novas tecnologias e a mudança nas relações entre trabalhadores, as empresas e os profissionais precisam prestar atenção em determinadas tendências a fim de se preparar para o futuro do trabalho. Confira agora as principais tendências!

O mercado de trabalho está em constante evolução e, profissões que existiam há 10 anos, hoje já não existem mais. No entanto, enquanto algumas formas de trabalho se extinguem, outras novas surgem na mesma medida e é questão de sobrevivência estar preparado para elas.

 

Mas, ainda que muita coisa seja novidade, essas transformações já acontecem há muito tempo e, desde a revolução industrial com a inserção dos processos de automação até os dias de hoje com as novas tecnologias da informação e inteligência artificial, um ponto não mudou: o receio que o ser humano tem sobre ter o seu ofício substituído por uma máquina.

 

E não é só isso! Quando se fala sobre o futuro do trabalho, as previsões não giram em torno somente das funções que seguirão sofrendo mudanças significativas.

 

Além disso, a dinâmica de trabalho, o perfil dos profissionais, das corporações, bem como de seus líderes e gestores, também tendem a se modificar bastante.

 

E é por isso que tanto empresas quanto trabalhadores precisam estar por dentro dessas tendências, para que estejam preparados e não sofram consequências como o turnover, ao não se adaptarem a essas transformações tecnológicas e comportamentais.

 

Ficou curioso e quer saber tudo sobre as tendências para o futuro do trabalho? Então, acompanhe esse artigo até o final. Boa leitura!

O futuro do trabalho: tendências para os próximos anos

Se você busca se preparar para aproveitar as melhores oportunidades que surgirão nesse cenário que se apresenta, confira a seguir algumas tendências importantes para o futuro do trabalho.

 

Teletrabalho: ambientes remotos e home office

A internet possibilitou que fossem quebradas barreiras físicas, geográficas e de horários no trabalho e permitiu que determinadas funções pudessem ser exercidas para além dos escritórios e instalações das empresas através do teletrabalho.

 

No entanto, apesar de ser uma modalidade que já existe há algum tempo, muitas empresas ainda tinham receio de permitir que os seus funcionários trabalhassem longe do alcance de seus olhos.

 

Contudo, a pandemia do novo coronavírus acelerou esse processo de adaptação e hoje em dia muitas corporações preferem que seus colaboradores exerçam suas funções em ambientes virtuais.

 

Isso porque essa transformação representa uma economia para as empresas que reduziram gastos com estruturas físicas, além de ser uma mudança que acabou flexibilizando também os vínculos de trabalho estimulando as contratações freelancers.

 

Ou seja, essa é uma tendência forte para o futuro do trabalho e que tende a se fortalecer cada vez mais com as novas tecnologias da informação, pois se mostra cada vez mais uma opção ideal que favorece a liberdade tanto de empresas quanto de profissionais.

Uso de ferramentas colaborativas

Se o teletrabalho é uma tendência certa para o futuro do trabalhador, consequentemente as ferramentas colaborativas também.

 

Isso porque somente elas são capazes de fazer com que profissionais possam interagir entre si e desenvolver projetos em comum mesmo estando em localidades diferentes.

 

Esses tipos de softwares além de estimular a produtividade e diminuir os custos das empresas, também serão benéficos no sentido de simplificar os mecanismos de comunicação e reforçar a cultura do trabalho em equipe.

Predominância da holocracia e autogestão

A estrutura hierárquica rígida das empresas tende a dar lugar para organizações mais horizontais, cujo poder de tomada de decisões é dividido entre todos os colaboradores e cada profissional faz sua autogestão.

 

Dessa forma, a holocracia excluirá cada vez mais o papel do chefe inquestionável das empresas, graças ao seu poder de motivar os funcionários a tomarem decisões mais rápidas.

 

E exatamente por isso ela se mostra ideal para o futuro, visto que o mercado de trabalho exige cada vez mais agilidade na capacidade de apresentar soluções para as mudanças na sociedade que acontecem o tempo todo.

 

Outra capacidade que é uma forte tendência é a de gerenciar a si mesmo, principalmente para empresas que querem acompanhar as novas dinâmicas de trabalho que priorizam a liberdade de cada indivíduo.

 

Neste sentido, a autogestão não é só uma tendência que favorece a autonomia do profissional mas também o compromisso com suas funções, estimulando a produtividade e a performance de cada um.

Maior diversidade

Cada vez mais, inclusão e pluralidade são requisitos essenciais para que uma empresa alcance e mantenha o sucesso no mercado de trabalho, pois o desafio de construir uma sociedade inclusiva deve ser abraçado por todos.

 

Por isso, a tendência é de que os consumidores fiquem ainda mais seletivos no futuro, consumindo produtos e serviços apenas de empresas que tenham em seu corpo de funcionários diversidade étnica, de gênero e cultural.

Aumento do Big Data

Big Data é um conjunto de técnicas cuja função é extrair informações cada vez mais qualificadas de um grande volume de dados e atribuir significado a eles.

 

Dessa forma, fica mais fácil para as empresas traçar estratégias importantes e criar oportunidades de negócios com base nessas interpretações, pois é esse sistema que oferecerá ferramentas capazes de mapear o comportamento humano e descobrir maneiras diferentes de atrair seu interesse.

Consolidação do IoT – Internet das Coisas

A IoT (internet of things) – “internet das coisas”, é toda tecnologia que torna possível que objetos se conectem à internet e interajam com ela.

 

Esse tipo de aplicação está gradativamente revolucionando a maneira como nos relacionamos com a tecnologia e, se no dia a dia dentro de casa ela se torna cada vez mais comum, no mercado de trabalho ela será ainda mais requisitada.

 

Equipamentos autônomos, conectados a internet funcionando com pouca (ou nenhuma) intervenção humana, como robôs de montagem industrial, automóveis que não precisam de motorista ou centrais telefônicas inteligentes em que a máquina assume papel de telefonista, são tendências indiscutíveis para o futuro do trabalho.

Profissional do futuro: qual será o seu perfil?

Até aqui, mostramos as expectativas quanto às tendências sobre o futuro do trabalho por parte das empresas e dos sistemas que elas irão adotar.

 

Mas, e quanto aos profissionais, qual será o perfil capaz de acompanhar essa ascensão das novas tecnologias e das mudanças na maneira da sociedade consumir produtos e serviços?

 

Sem dúvida alguma, a inteligência emocional deverá fazer parte desse perfil, pois o profissional do futuro é aquele capaz de receber feedbacks e usá-los para crescer profissionalmente.

 

Outra característica importante para esse profissional é a do autoconhecimento. Isso fará com que ele tome decisões mais assertivas em sua atuação, pois essa habilidade de reconhecer pontos fortes e fracos ajuda na hora de ser mais realista ao assumir responsabilidades.

 

Ser ágil e produtivo já é algo muito admirado nos profissionais do presente e, no futuro, será ainda mais essencial ter essas qualidades para conseguir acompanhar a competitividade cada vez mais acirrada do mercado de trabalho.

 

Flexibilidade, habilidade social, competência colaborativa, boa comunicação interpessoal, habilidade de liderança, visão estratégica, pensamento crítico, vontade de aprender também serão características básicas para qualquer profissional.

 

E, acima de tudo, ser um profissional do futuro é ser capaz de aceitar e acompanhar as transformações do mercado e suas inovações tecnológicas, na mesma velocidade que essas mudanças acontecem. O contrário disso terá apenas um desfecho: se tornar obsoleto!

 

Ou então: futuro do trabalho: o que será tendência daqui alguns anos!

Alguma duvida sobre os serviços ?

Para contratar nossa empresa , entre em contato conosco.

Fale Conosco
X