Criação de sites Goiania
Falar conosco! site do whatsapp

Casa Inteligente: conheça as vantagens

Com o conceito de tecnologia em constante avanço, a cada dia que passa, as pessoas estão cercadas por aparelhos modernos e que integram o mundo digital em suas rotinas. É nesse cenário que a casa inteligente também vem ganhando espaço.

A smart home, como também é conhecida, surgiu como um meio de facilitar a rotina dos indivíduos e todas as suas ações através da automação de tarefas, com pouca ou sem a necessidade de intervenção humana. Acompanhe sua definição no decorrer deste artigo.

Entenda o conceito de casa inteligente

A definição de casa inteligente está voltada para o conceito geral de automação, o que acaba exigindo o controle central da configuração dos outros dispositivos, como a cafeteira e o aparelho de som, a partir de um em específico. 

Basicamente, esse recurso funciona como a integração dos sistemas e equipamentos de diferentes cômodos de uma residência, programados de acordo com os desejos e interesses dos moradores. 

Isso pode acontecer a partir da utilização de um aplicativo dos produtos ou uma assistente virtual presente nesses aparelhos, o que é mais comum nos dias atuais. 

Dessa forma, a presença de automação em uma casa faz com que o cotidiano do morador seja facilitado, otimizando seu tempo ao mesmo tempo em que auxilia na economia de energia. 

Portanto, para o desenvolvimento de um projeto desse porte, é necessário que um profissional ou uma empresa de arquitetura, tecnologia e construção, além do próprio morador, se reúnam para a definição do funcionamento de cada aparelho.

Além disso, todos os equipamentos eletrônicos da casa inteligente podem ser controlados apenas com o uso compartilhado da rede wi-fi da residência, dispensando a necessidade de internet. 

Neste sentido, com uma casa inteligente, um morador pode chegar em casa do trabalho e, assim que entrar, a partir de um sensor de movimento o ar condicionado pequeno é acionado e uma música ambiente começa a tocar. 

Contudo, esse é apenas um exemplo dos equipamentos incluídos na extensa lista de funcionalidades, englobando sistemas de áudio e vídeo, como home theaters, de iluminação, temperatura, som ambiente, persianas, cortinas e venezianas.

Por que apostar na smart home ?

Até aqui, ficaram claros os motivos pelos quais as casas inteligentes vêm se destacando, afinal, conseguir controlar sua residência a partir de equipamentos, independente da sua localização, é o desejo de muitos. 

Com a compreensão das funcionalidades e especificações gerais do funcionamento de uma smart home, é importante destacar algumas das principais razões para a utilização deste recurso. Algumas delas são:

1 – Aumento da segurança

Primeiramente, um dos maiores motivos para instalar equipamentos inteligentes é o fato de que isso garante uma maior segurança da residência. 

 

Isso acontece graças à utilização de fechaduras inteligentes e tecnológicas, que podem liberar a entrada apenas com o uso da digital do morador ou a partir do reconhecimento da voz ou íris de seu olho.

Outra forma de segurança que a tecnologia é capaz de proporcionar é a possibilidade de abertura das portas apenas com um dispositivo móvel, mais comumente o celular. Com isso, o morador pode permitir a entrada de outra pessoa, mesmo que não esteja no local.

Como consequência a este último ponto, se um dos moradores da casa esquecer a chave ou ocasionalmente tiver que voltar antes do horário mas não houver outras pessoas em casa, ele pode entrar sem nenhum problema.

Além disso, a segurança é aumentada com a instalação de câmeras pela casa inteligente, possibilitando um controle adicional sobre toda atividade em volta do local, garantindo a segurança dentro e fora dos ambientes.

2 – Garantia de funcionalidade

Uma outra vantagem de investir em uma casa inteligente é o fato dela ter a garantia de funcionalidade, como acender as luzes, abrir a porta veneziana alumínio, fechar as cortinas, ligar a máquina de lavar louça e o ar-condicionado, entre outras funções. 

Todas essas ações passam a ser extremamente mais funcionais, mesmo as que forem cotidianas, por conta da automação residencial tornar a experiência na própria smart home mais confortável e com menos esforços. 

Ou seja, diminuir as luzes para assistir uma série na televisão pode acontecer apenas com um comando de voz ou um clique no controle, evitando que o morador tenha que se levantar para isso.

Outra possibilidade é receber uma notificação da geladeira sobre o vencimento de algum alimento específico, fazendo com que ele não estrague. 

São pequenas e simples ações cotidianas que fazem com que a vida do morador seja otimizada e mais confortável, dando a ele oportunidades de diminuir os esforços e fazer tudo em muito menos tempo. 

Por exemplo, um dispositivo que liga o computador na mesa para home office localizada na sala assim que o alarme da manhã do morador toca, faz com que ele não precise esperar o tempo do dispositivo ligar, otimizando o seu tempo.

3 – Aumento da praticidade

As principais atividades do dia automatizadas em um sistema inteligente permite ao morador um aumento significativo de conforto, uma vez que além do uso momentâneo, é possível programar funções específicas para certas ações. 

Nesse contexto, uma opção é unir o sistema de GPS do carro com a casa, fazendo com que assim que o automóvel chegar em um raio próximo da casa, o portão da garagem seja aberto, evitando a necessidade de parar o carro e abrir o portão para entrar. 

Outra dica é para um trabalhador de uma empresa de terminais elétricos, que gosta de ficar em um ambiente frio, programando o seu ar-condicionado para 20º C quando ele chegar em casa, assim, ele já entrará no ambiente do jeito que gosta. 

Uma opção para imóveis com jardins, a casa inteligente também pode se utilizar de sistemas de irrigação inteligentes, fazendo com que os aparelhos sejam acionados de qualquer lugar ou de acordo com a umidade do solo.

Portanto, é uma ótima opção para quem acha determinados trabalhos de casa entediantes ou simplesmente não gosta de realizá-las, como utilizar um robô de limpeza do chão em dias específicos da semana, evitando a necessidade de limpar toda a residência.

4 – Ajuda na sustentabilidade

Mais uma razão para optar por casas inteligentes é o fato de sua capacidade de auxílio na sustentabilidade e economia, uma vez que é possível programar o funcionamento dos aparelhos eletrônicos de acordo com a necessidade.

Por exemplo, se um funcionário de uma empresa de compactador de solo sapo sai às 7 horas da manhã e só retorna às 18 horas, ele pode programar para que durante esse período as televisões, luzes e ar-condicionado fiquem desligados. 

Assim, ele economiza na sua conta de energia, diminuindo os gastos desnecessários e o tempo de consumo de energia, que pode ser pré-programado.

Além disso, uma outra possibilidade é fazer com que o programa permita o funcionamento dos dispositivos apenas nos horários em que a tarifa de energia elétrica é a mais baixa, o que diminui os custos, ao mesmo tempo em que preserva sua utilização. 

Uma alternativa para casas inteligentes que possuem controle sobre a intensidade das lâmpadas é ajustar diferentes níveis de intensidade da luz de acordo com cada situação. 

Deste modo, o funcionário de uma loja de telas de proteção janelas que fica fora de casa o dia inteiro, mas possui um cachorro, pode programar para as horas de luz solar o desligamento das lâmpadas e, quando for escurecendo, aumentar a potência. 

5 – É acessível para todos

Com o surgimento e desenvolvimento de cada vez mais inovações, a possibilidade de ter uma casa inteligente se tornou muito mais acessível, além do mercado oferecer diversas opções de aparelhos e eletrodomésticos com esse objetivo. 

Ademais, o processo de instalação de ferramentas vem se tornando mais simples, dispensando a obrigatoriedade de grandes obras de infraestrutura, visto que há dispositivos que demandam apenas conexão sem fio com a internet. 

Portanto, uma ferramenta que antes nem era conhecida por todos, pode se tornar presente no seu cotidiano de maneira mais simples, tornando-se cada vez mais comum, como a presença do abrigo para extintor nos prédios. 

Quais são os principais objetos inteligentes?

Certamente, você já deve ter se deparado com algum dispositivo que se adequa às smart homes, como câmeras de segurança e sensores de presença, essenciais para a proteção de quem mora ali. 

 

Mas existem outros objetos inteligentes muito utilizados nas casas inteligentes, que são:

A princípio, quando se pensa em uma casa inteligente, esses são os principais elementos que não podem faltar, uma vez que possibilitam a otimização das ações dos moradores.

Considerações finais

As casas inteligentes passaram a estar presentes na vida das pessoas com maior intensidade graças ao auxílio da tecnologia, que trouxeram consigo maneiras de automatizar diversas atividades cotidianas dentro de um lar. 

Existe uma variedade de benefícios que mostram porque você deve investir em recursos inteligentes, portanto, não perca mais tempo e implemente mais tecnologia e sustentabilidade em sua residência.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Alguma duvida sobre os serviços ?

Para contratar nossa empresa , entre em contato conosco.

Fale Consoco
X